Saiba da importância de manter a caderneta de vacinação em dia

September 27, 2018

 

Sabe aquele documento que fica no fundo da gaveta e você nunca lembra dele? Pois é, a caderneta de vacinação é um documento indispensável no desenvolvimento de uma criança.

Depois dos 15 anos de idade, quando termina o calendário oficial de vacinação, muita gente se esquece que deve continuar a ser imunizada contra uma série de doenças.

 

Segundo o Ministério da Saúde, os adultos também precisam manter em dia a caderneta de vacinas. O órgão de saúde diz que, a partir dos 20 anos, vacinas contra doenças como hepatite B, dupla adulto (difteria e tétano), tríplice viral (sarampo, caxumba, rubéola) e febre amarela devem ser tomadas.

 

A prioridade é das crianças

 

Toda criança nascida em maternidades pública ou privada no Brasil tem direito a receber gratuitamente a Caderneta de Saúde da Criança que deve ser devidamente preenchida e orientada pelo profissional por ocasião da alta hospitalar. A caderneta é um documento importante para acompanhar a saúde, crescimento e desenvolvimento da criança do nascimento até os 9 anos de idade.

 

Logo que nasce, a criança é vacinada ainda na maternidade contra a tuberculose e a hepatite B. Especialistas e órgãos do governo informam que entre dois e seis meses de vida, ela tem que tomar mais três doses contra a hepatite B. 

 

Calendário de Vacinação

 

Logo nas primeiras horas de vida, o bebê começa o seu calendário de vacinação, com a vacina BCG para os que nascem com mais de dois quilos e a vacina contra a hepatite B, que tem a sua segunda dose administrada no primeiro mês.

 

A vacinação segue em atualização ao longo de toda a vida. A vacina dupla/adulto - contra tétano e difteria, por exemplo, é recomendada a cada 10 anos.

 

E os adultos?

 

De  acordo com especialistas, algumas doenças muito comuns em adultos podem ser evitadas com a vacinação. Exemplos disso são a gripe e suas complicações e a doença pneumocócica, principal causadora de pneumonias , otites,  sinusites e meningites.

 

Portanto, destaca-se a importância do controle e imunização por parte do indivíduo, mesmo para aqueles que tenham perdido o documento. Vacinas a mais não trazem problemas. É claro que a carteira de vacinação é importante para evitar doses desnecessárias.

O órgão da saúde explica que na fase adulta também ocorre a transmissão de várias doenças imunopreveníveis, ou seja, são aquelas preveníveis por vacinas. Neste caso, além de adoecer, o indivíduo pode ser fonte de infecção, em especial, para as crianças e outras faixas etárias mais vulneráveis.


Mas e aqueles que sequer sabem onde foi parar a carteira de vacinação de adulto? Nesses casos, a recomendação é que as pessoas busquem se imunizar contra todas as doenças, por prevenção. A única vacina que permite identificação sem o cartão de vacinação é a BCG, destinado à prevenção da tuberculose, que deixa marca na braço direito.

 

Calendário de vacinação para adultos:

 

Idade: Após 18 anos*

Idade: hepatite B

Periodicidade: 3 doses em cinco meses - após a primeira, a segunda dose após 1-2 meses, e a terceira após 3 meses

 

Idade: Após 20 anos

Vacina: dupla adulto (difteria e tétano)

Periodicidade:1ª dose aos 20 anos. 2ª dose após 2 (dois) meses, e 3ª dose após 4 (quatro) meses. Demais doses a cada 10 anos.

 

Idade: Após 20 anos

Vacina: febre amarela

Periodicidade: A cada 10 anos, por toda a vida

 

Idade: Após 20 anos

Vacina: tríplice viral (sarampo, caxumba, rubéola)

Periodicidade: A cada 10 anos, por toda a vida

 

*Caso a pessoa não tenha sido vacinada ainda quando criança.

 

Para acesso o calendário de vacinação recomendado pelo Ministério da Saúde, CLIQUE AQUI

Manter a carteira de vacinação em dia é fundamental para garantir imunidade da população também na fase adulta. A TEM, em parceria com os laboratórios Delboni e Lavoisier, oferece vacinas preços especiais. Para saber mais, ligue (11) 4000 - 1640 para capitais e região metropolitana e 0800 836 88 36 para demais localidades.

 

Please reload

Destaques

A importância de manter a vacinação e a Carteira de Vacinação em dia!

18/07/2019

1/10
Please reload

+ Recentes

Please reload

Arquivo

Please reload