Como cuidar dos olhos no verão?

December 7, 2017

Quando falamos em saúde dos olhos, é comum que o que venha à cabeça sejam apenas as visitas frequentes ao oftalmologista para ajustar o grau dos óculos ou o uso de algum colírio lubrificante em tempos de seca.

 

Porém, frequentemente, boa parte da manutenção da saúde da nossa visão depende de nós mesmos.

 

E um dos cuidados mais importantes que devemos ter com nossos olhos é o de lutar contra a ação dos raios solares, que podem prejudicar a saúde da nossa estrutura ocular, especialmente nessa época do ano onde vamos à praia ou à piscina com mais frequência.

 

E você, sabe quais são os efeitos do sol nos seus olhos?

 

Segundo o médico Dr. Rafael Garcia Fernandes Nogueira (CRM-MG:58.636), oftalmologista especialista em córnea clínica e cirúrgica, cirurgia refrativa e ceratocone do Instituto Donato de Oftalmologia, parceiro da Rede TEM em Poços de Caldas (MG), a exposição excessiva ao sol pode causar algumas doenças aos olhos, como por exemplo o pterígio, também chamado de “carne crescida nos olhos”. O pterígio é uma proliferação de tecido na superfície do olho. Em alguns casos, pode cobrir a córnea e atrapalhar a visão, além de antecipar o aparecimento de catarata.

 

Dr. Rafael ainda alerta que “existem alguns tipos de tumores oculares que são raros e costumam aparecer em pessoas que ficam muito expostas ao sol ao longo da vida”, explica.

 

Quais são os cuidados que devemos ter com os olhos no verão ?

 

O principal cuidado é com a proteção dos raios ultravioletas, com a utilização de óculos de sol com proteção adequada. Geralmente, nessa época do ano, estamos mais expostos às condições ambientais, como vento, poeira além de piscinas e praias.

 

Lembrando que todos os tipos de agentes naturais e químicos podem causar algum tipo de agressão da superfície ocular, por isso, é muito comum o agravamento de sintomas relacionados a olho seco e/ou alergia ocular. “O uso de colírios lubrificantes e o cuidado de sempre lavar bem o rosto depois de entrar na piscina ou mar”, explica o médico.

 

Então, como escolher o melhor óculos de sol?

 

Primeiramente, deve se escolher o óculos de sol pelo nível de proteção UVA e UVB que o produto oferece. Lembrando que deve ser o máximo possível, de preferência. A proteção UVA e UVB podem ser checados através de certificados de procedência que vêm junto com os óculos. Lembrando que a tonalidade da lente não tem relação direta com o nível de proteção, pois existem lentes transparentes que bloqueiam totalmente UVA e UVB e lentes escuras que não bloqueiam os raios UVA e UVB.

 

Qual a diferença dos fatores de proteção UVA e UVB para lentes oculares?

 

A radiação ultravioleta UVA e UVB é uma radiação solar invisível para os olhos, ou seja, não conseguimos visualizar essa radiação e, mesmo quando está nublado, precisamos nos proteger. Essa radiação tem um grande poder de penetração em tecidos, podendo causar vários problemas como pterígio, catarata e até mutações no DNA, por isso é considerada cancerígena tanto pra pele quanto para os olhos.

 

“Nessa época do ano, aumenta muito a incidência de radiação ultravioleta. Ou seja, além dos cuidados com a pele, devemos também ter cuidado com os olhos, nos protegendo com lentes adequadas”.

 

ATENÇÃO: O conteúdo acima não substitui uma consulta médica. Agende agora mesmo uma consulta com um especialista da Rede TEM mais próximo de você. Central de Atendimento 0800 836 88 36.

 

 

 

Please reload

Destaques

A importância de manter a vacinação e a Carteira de Vacinação em dia!

18/07/2019

1/10
Please reload

+ Recentes

Please reload

Arquivo

Please reload

Mídias Sociais

  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon

Busca