Vacina do HPV – quem pode (e deve) tomar?

November 27, 2017

Uma das grandes novidades da área médica em 2017 foi a disponibilização da vacina que previne o HPV (Papiloma Vírus Humano), umas das doenças sexualmente transmissíveis mais comuns entre a população. 

 

A vacina também previne o câncer no colo do útero, uma vez que, segundo dados do INCA,  aproximadamente 291 milhões de mulheres no mundo são portadoras do HPV, sendo que 32% estão infectadas pelos tipos 16, 18 ou ambos, que são considerados os tipos com alto risco oncogênico (que causa câncer).

 

Comparando-se esse dado com a incidência anual de aproximadamente 500 mil casos de câncer de colo do útero, conclui-se a infecção pelo HPV é um fator necessário, mas não suficiente, para o desenvolvimento do câncer do colo do útero.

 

A vacina já está sendo oferecida pelo SUS e protege contra os 4 tipos de vírus HPV mais comuns no Brasil. Após a tomada vacina o corpo produz os anticorpos necessários para combater o vírus e assim, caso a pessoa seja infectada, ela não desenvolve a doença, ficando protegida.

 

A vacina contra o HPV tem eficácia comprovada durante 8 a 9 anos, e pode ser tomada das seguintes formas:

 

1. Pelo SUS

 

A vacina está disponível gratuitamente nos postos de saúde, em 2 a 3 doses, para:

 

  • Meninos e meninas dos 9 a 14 anos;

  • Homens e mulheres de 9 a 26 anos vivendo com HIV ou AIDS, pacientes que receberam transplante de órgãos, de medula óssea e pessoas em tratamento contra o câncer.

 

A vacina pode ser tomada, também, por meninos e meninas que já não são virgens, mas a sua eficácia pode estar diminuída, pois já podem ter estado em contato com o vírus.

 

2. Em laboratórios particulares

 

A vacina também pode ser tomada por pessoas com idades superiores, entretanto, são apenas disponibilizadas em clínicas de vacinação particulares. Ela está indicada para:

  • Meninas e mulheres entre 9 e 45 anos de idade, se for a vacina quadrivalente, ou qualquer idade acima dos 9 anos, se for a vacina bivalente;

  • Meninos e homens entre 9 e 26 anos de idade, com a vacina quadrivalente.

 

A vacina pode ser tomada mesmo por pessoas que fazem tratamento ou já tiveram infecção pelo HPV, pois ela pode proteger contra outros tipos de vírus HPV, e prevenir a formação de novas verrugas genitais e risco de câncer. 

 

Quem não pode tomar?

 

A vacina do HPV não deve ser administrada em caso de:

  • Gravidez, mas a vacina pode ser tomada logo após o nascimento do bebê, sob orientação do obstetra;

  • Quando se tem algum tipo de alergia aos componentes da vacina;

  • Em caso de febre ou doença aguda;

  • Em caso de doenças como trombocitopenia - redução do número de plaquetas; problemas de coagulação sanguínea.

A vacinação pode ajudar a prevenir a infeção pelo HPV, mas não é indicada para tratar a doença. Agende agora uma consulta com um Urologista da Rede TEM.

 

Ligue para nossa Central de Atendimento: 0800 836 8836.

 

** A TEM Saúde oferece a todos os clientes homens recarga em dobro no mês de novembro. Válidos para a PRIMEIRA recarga realizada em novembro/2017.

 

Consulte o regulamento completo em https://www.meutem.com.br/promocoes

 

Fonte: Ministério da Saúde.

 

 

 

 

Please reload

Destaques

A importância de manter a vacinação e a Carteira de Vacinação em dia!

18/07/2019

1/10
Please reload

+ Recentes

Please reload

Arquivo

Please reload

Mídias Sociais

  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon

Busca