Como ganhar mais qualidade de vida com a Medicina Complementar?

April 24, 2017

 

No último mês, o Ministério da Saúde anunciou a incorporação de 14 novos procedimentos de medicina complementar aos atendimentos feitos pelo SUS. Mas o que é e para que serve a tal da Medicina Complementar?

 

A definição de Medicina Complementar é a seguinte: tratamentos que utilizam recursos terapêuticos, baseados em conhecimentos tradicionais, voltados para curar e prevenir diversas doenças como depressão e hipertensão.

 

A TEM Saúde sempre acreditou no potencial da Medicina Complementar, bem como nos saberes e fazeres das tradições milenares para prevenção e cura.

 

Objetivos

 

Entre os objetivos da inclusão, segundo do site do Ministério da Saúde, podemos citar a valorização dos saberes populares e tradicionais e também das práticas integrativas e complementares às terapias convencionais.

 

São elas: homeopatia, Medicina Tradicional Chinesa/acupuntura, medicina antroposófica, plantas medicinais e fitoterapia e termalismo social/crenoterapia, arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa e yoga.

 

Selecionamos algumas técnicas e procedimentos da Medicina Complementar para ajudar com seu tratamento:

 

  • Arteterapia: uso da arte como parte do processo terapêutico.

  • Ayurveda: é conhecida como a "mãe da medicina", pois seus princípios e estudos foram a base para, posteriormente, o desenvolvimento da medicina tradicional chinesa, árabe, romana e grega.Ela busca a cura para os males do corpo e da mente na natureza.

  • Biodança: é uma prática de abordagem sistêmica inspirada nas origens mais primitivas da dança, que busca restabelecer as conexões do indivíduo consigo, com o outro e com o meio ambiente.

  • Dança circular: é uma prática de dança em roda, tradicional e contemporânea.

  • Ioga: é uma prática que combina posturas físicas, técnicas de respiração, meditação e relaxamento.

  • Meditação: prática de concentração mental com o objetivo de harmonizar o estado de saúde.

  • Musicoterapia: uso dos elementos da música – som, ritmo, melodia e harmonia – com propósito terapêutico.

  • Naturopatia: uso de recursos naturais para recuperação da saúde.

  • Osteopatia: terapia manual para problemas articulares e de tecidos.

  • Quiropraxia: prática de diagnóstico e terapia manipulativa contra problemas do sistema neuro-músculo-esquelético.

  • Reflexoterapia: é uma prática que utiliza estímulos em uma parte do corpo afastada da lesão.

  • Reiki: prática de imposição das mãos por meio de toque ou aproximação para estimular mecanismos naturais de recuperação da saúde.

  • Shantala: massagem usada para aliviar dores e acalmar os bebês e crianças.

  • Terapia comunitária integrativa: tem como objetivo principal favorecer o desenvolvimento comunitário, prevenir e diminuir o estresse gerador de doenças e de relacionamentos conflituosos entre os indivíduos, as famílias e comunidade.

 

Para conhecer os tratamentos de Medicina Complementar oferecidos na Rede TEM, ligue para nossa Central de Atendimento: 0800 836 8836.

 

Fontes: Ministério da Saúde (http://portalsaude.saude.gov.br), Wikipédia.

 

Please reload

Destaques

A importância de manter a vacinação e a Carteira de Vacinação em dia!

18/07/2019

1/10
Please reload

+ Recentes

Please reload

Arquivo

Please reload

Mídias Sociais

  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon

Busca