AIDS - Dia Mundial da Luta

December 1, 2016

 

Lembrado em 1º de dezembro, o Dia Mundial de Prevenção contra a AIDS tem o objetivo de chamar a atenção para as formas de transmissão do vírus HIV, causador da doença.

 

Ainda que as informações e o tratamento sejam claros e acessíveis, o número de infectados continua crescendo. Nos últimos anos, a doença deixou de se concentrar em grupos específicos para atingir qualquer cidadão que se exponha a situações de risco.

 

O que é HIV?

 

Causador da AIDS significa o vírus da imunodeficiência humana. A AIDS se manifesta pelo enfraquecimento do sistema de defesa do organismo e aparecimento das doenças oportunistas.

 

Como se pega o HIV?

 

  • Fazer sexo sem camisinha (oral, vaginal ou anal)

  • Compartilhar agulhas e seringas

  • Transmissão de sangue contaminado

  • A mãe transmite o vírus para o bebê durante a gravidez na hora do parto e/ou amamentação.

 

Sintomas: os primeiros sintomas são iguais aos de uma gripe: 

 

Febre

Mal-estar

 

 

Se a pessoa não se cuidar surgem às doenças oportunistas, entre elas:

  • Infecções causadas por fungos na pele, boca e garganta

  • Diarreia crônica por mais de 30 dias

  • Pneumonia

  • Tuberculose disseminada

  • Neurotoxoplasmose

 

Como sei se tenho HIV?

  • A partir do exame de sangue. Se der negativo, a pessoa não foi infectada pelo vírus. Se o resultado for positivo deve fazer acompanhamento médico.

  • Como é o tratamento?

  • Somente um médico está habilitado para diagnosticar, acompanhar e prescrever medicamentos para o soropositivo.

 

Para que o tratamento dê certo, o soropositivo não pode se esquecer de tomar os remédios ou abandoná-los. O tratamento é fundamental para a qualidade de vida.

 

Reflita

 

Mesmo em tratamento, a pessoa com AIDS pode e deve levar uma vida normal: deve trabalhar, namorar, beijar na boca, transar – com preservativo -, passear, se divertir e fazer amigos.

 

Atualmente, a definição ‘comportamento de risco’ é mais apropriada que ‘grupo de risco’, já que, segundo o ministério, o vírus deixou de se concentrar em grupos específicos e hoje se espalha de forma geral.

 

É importante garantir a qualidade de vida do paciente, o acompanhamento médico desde cedo pode evitar que outras pessoas sejam contaminadas.

 

O soropositivo deve cuidar da alimentação, praticar exercícios físicos e estar bem emocionalmente, o que dificulta a contaminação por resfriados, gripes e problemas gastrointestinais, que podem evoluir para doenças mais graves.

 

Para agendar uma consulta com um médico ou para realizar o  teste, ligue na Central de Atendimento da Rede TEM 0800 836 88 36.

 

Fonte: Ministério da Saúde.

Please reload

Destaques

A importância de manter a vacinação e a Carteira de Vacinação em dia!

18/07/2019

1/10
Please reload

+ Recentes

Please reload

Arquivo

Please reload

Mídias Sociais

  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon

Busca