Quando a geladeira é sua melhor amiga

June 15, 2016

 

A compulsão alimentar é considerada um distúrbio mental em que a pessoa sente a necessidade de comer, mesmo quando não está com fome, e que não deixa de se alimentar apesar de já estar satisfeita.

 

Pessoas que sofrem de compulsão alimentar comem grandes quantidades e em pouco tempo. Além disso, comem sem sentir, necessariamente, fome.

 

Ao se alimentar, preferem se isolar e se sentem angustiados antes e depois da refeição.  “A sensação é como perder o controle da sua própria boca”, sugere um relato de uma pessoa que sofre de compulsão alimentar.

 

Entre as causas da doença, podemos considerar qualquer tipo de situação de conflito, que envolva frustrações e angustias.  Segundo o Psicanalista Marcos D. de Paula, parceiro da Rede TEM “Geralmente, as causas estão relacionadas com baixa autoestima; relações afetivas; descontentamentos com situações familiares, profissionais e/ou sociais, etc”. O médico também alerta que “trata-se de um comportamento compulsivo que merece uma especial atenção”, explica.

 

As possibilidades de tratamento para a compulsão alimentar são inúmeras, porém é importante considerar um tratamento multidisciplinar, envolvendo profissionais de áreas como psicologia, clínica médica, nutrição e até mesmo um preparador físico.

 

Segundo o Psicanalista Marcos D. de Paula, a psicanálise trabalha com as questões emocionais, levando-se em consideração as queixas do paciente. Durante as sessões, a pessoa conquista uma capacidade maior de lidar com seus desafios e conflitos. “A psicanálise funciona como uma “faxina íntima” necessária para a superação de problemas emocionais que acabam afetando o corpo como um todo”, explica.

 

Alguns dos sintomas da compulsão alimentar são:

  • Comer mais rápido do que o normal;

  • Comer quando não está com fome;

  • Continuar comendo mesmo quando já está saciado;

  • Comer sozinho ou em segredo;

  • Sentir-se triste ou culpado por comer demais.


* Serviço: O Psicanalista Marcos D. de Paula é voluntário no Hospital Emílio Ribas; atua num grupo de palhaços que visitam pacientes em hospitais e como mediador de conflitos, de acordo com as diretrizes do CNJ – Conselho Nacional de Justiça e é parceiro da Rede TEM. Para agendar uma consulta, ligue para nossa Central de Atendimento: 0800 836 8836.

 

 

 

Please reload

Destaques

A importância de manter a vacinação e a Carteira de Vacinação em dia!

18/07/2019

1/10
Please reload

+ Recentes

Please reload

Arquivo

Please reload

Mídias Sociais

  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon

Busca