Dengue: a prevenção virou rotina

November 23, 2015

 

O Combate à Dengue é uma responsabilidade dos órgãos públicos e de toda população.

 

O mosquito da dengue (aedes aegypti) se reproduz em qualquer lugar que houver condições favoráveis (água parada limpa ou pouco poluída).

 

A conscientização da população e a tomada de atitudes são de fundamental importância para a redução e, quem sabe, a erradicação desta doença do país.

 

 

 

Prevenção

 

Para tomar medidas preventivas e impedir que a dengue chegue até nós ou nossos familiares, a melhor atitude é combater os focos de acúmulo de água. Esses locais são favoráveis para a criação e reprodução do mosquito transmissor da dengue.

 

Saiba alguns cuidados importantes:

 

1 - Mantenha bem tampados: caixas, tonéis e barris de água.

2 - Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada.

3 - Não jogue lixo em terrenos baldios.

4 - Se for guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha sempre a boca para baixo.

5 - Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje.

6 - Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.

7 - Se for guardar pneus velhos em casa, retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva.

8 - Limpe as calhas com freqüência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água.

9 - Lave com freqüência, com água e sabão, os recipientes utilizados para guardar água, pelo menos uma vez por semana.

10- Os vasos de plantas aquáticas devem ser lavados com água e sabão, toda semana. É importante trocar a água desses vasos com freqüência.

 

Sintomas

 

É só depois do período de incubação que os seguintes sintomas aparecem:

 

Dengue Clássica

 

• Febre alta com início súbito;

• Dor de cabeça;

• Dor atrás dos olhos;

• Perda do paladar e apetite;

• Náuseas e vômitos;

• Tonturas;

• Extremo cansaço;

• Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores;

• Moleza, dor no corpo e articulações.

 

Dengue Hemorrágica

 

Os sintomas da dengue hemorrágica no início da doença são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre, com maior freqüência, quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alarme:

 

• Dores abdominais fortes e contínuas;

• Vômitos persistentes;

• Pele pálida, fria e úmida;

• Sangramento pelo nariz, boca e gengivas;

• Sonolência, agitação e confusão mental;

• Sede excessiva e boca seca;

• Pulso rápido e fraco;

• Dificuldade respiratória;

• Perda de consciência.

 

Fique alerta aos sintomas da dengue

 

Depois da picada do mosquito com o vírus, os sintomas se manifestam normalmente do 3º ao 15º dia. Esse período é chamado de incubação. O tempo médio de duração da doença é de cinco a seis dias.

 

Na dengue hemorrágica, o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória e choque, podendo levar a pessoa à morte em até 24 horas.

 

Em caso de suspeita, não deixe de consultar o médico. Agende sua consulta com um Clínico Geral da Rede TEM pela Central de Atendimento no 0800 836 88 36.

 

Fonte: Ministério da Saúde

Please reload

Destaques

A importância de manter a vacinação e a Carteira de Vacinação em dia!

18/07/2019

1/10
Please reload

+ Recentes

Please reload

Arquivo

Please reload