Câncer de Mama: prevenção e diagnóstico precoce

October 7, 2015

 

Como falamos em um post anterior, uma recente pesquisa produzida pelo INCA, o Brasil terá 576 mil novos casos de câncer por ano. Desses, 57.120 mil serão tumores de mama.

 

Mas, infelizmente, ainda falta muita informação e pesquisa na área. Uma pesquisa realizada em 2008, pelo Datafolha, revelou que para 82% das mulheres o autoexame é a principal forma de diagnóstico precoce. Apenas 35% apontaram a mamografia.

 

Porém, lembra o Dr. Paulo Mariz de Oliveira Teixeira, Oncologista clínico, do Centro Médico Previna, que faz parte da Rede TEM, “o autoexame é discutível, pois de acordo com o INCA, mesmo que o procedimento seja feito regularmente, não se deve deixar de fazer um exame de toque e palpação feito por um médico ou enfermeira, pois ele é mais sensível e acurado”, explica o Oncologista.

 

Prevenção e Diagnóstico precoce

 

Sabemos que o diagnóstico precoce aumenta a possibilidade de cura de 49% para 75%, apesar da maioria desconhecer que a melhor forma de diagnóstico é a mamografia

 

Sendo assim, “ é recomendável rastrear todas as mulheres após os 55 anos com mamografias e, aquelas que possuem mamas pequenas, devem também fazer um exame de ultrassom, pois nestes casos, o resultado da mamografia pode não ser muito efetivo”, alerta o Dr. Paulo.

 

São exames simples, o primeiro deles é a mamografia - uma radiografia, podendo ou não ser revelada digitalmente, e que irá mostrar a presença ou ausências de sinais sugestivos de tumores, como nódulos, deformações, ou as chamadas microcalcificações, que são muito importantes pois sugerem tumores de mama em fases iniciais.

 

Além disso, há o ultrassom de mamas, que é feito por um médico, e permite visualizar a parte interna da mama, buscando possíveis nódulos.

 

Lembrando que é muito importante, casos estes exames sejam alterados, a paciente deve procurar um especialista.

 

Hábitos de vida saudável e outros cuidados

 

Há um risco maior de câncer de mama em paciente obesas, e com sobre peso, assim a perda de peso, exercícios e atividades físicas, além de outros benefícios como cardíacos também reduz o risco de câncer de mama.

 

Lembrando que o uso de anticoncepcional oral somente passa a ser um problema quando utilizado por longos anos (mais de 10 anos) e em mulheres com mais de 30 anos.

 

E que mulheres pós menopausadas devem ter um cuidados especial quando estão utilizando terapia de reposição hormonal.

 

Além disso, homens também podem ter câncer de mama e devem procurar um médico, caso surjam nódulos em suas mamas.

 

 

Serviço: O Oncologista Paulo Mariz de Oliveira Teixeira  (CRM 97461) atende no Centro Médico Previna – Unidade Caieiras e faz parte da Rede TEM em Caieiras/SP. Para agendar sua consulta e conhecer as condições especiais do tratamento, ligue para nossa Central de Atendimento: 0800 836 8836.

 

Please reload

Destaques

A importância de manter a vacinação e a Carteira de Vacinação em dia!

18/07/2019

1/10
Please reload

+ Recentes

Please reload

Arquivo

Please reload

Mídias Sociais

  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon

Busca