Câncer de Mama: só o autoexame basta?

October 2, 2015

 

Câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma, respondendo por cerca de 25% dos casos novos a cada ano.

 

Este câncer também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença.

 

Quando diagnosticado e tratado ainda no começo, quando o nódulo é menor que um centímetro, as chances de cura do câncer de mama aumentam e chegam a até 95%.

 

Entretanto, tumores desse tamanho são pequenos demais para serem detectados por manipulação, mas são visíveis na mamografia.

 

Por isso é fundamental que toda mulher faça uma mamografia por ano a partir dos 40 anos ou mais. O autoexame continua sendo um importante aliado da mulher – mas de forma complementar.

 

Sintomas

 

O sintoma mais comum de câncer de mama é o aparecimento de um caroço. Nódulos que são indolores, duros e irregulares têm mais chances de serem malignos, mas há tumores que são macios e arredondados.

 

Outros sinais de câncer de mama incluem:

 

  • Pele da mama avermelhada, ondulada, retraída ou parecida com casca de laranja

  • Alterações no bico do peito (mamilo)

  • Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço

  • Saída de líquido anormal das mamas

 

Fatores de risco

 

O câncer de mama – e o câncer de forma geral – não tem uma causa única.

 

Seu desenvolvimento deve ser compreendido em função de uma série de fatores de risco, alguns deles modificáveis, outros não.




 

Atenção dobrada aos modificáveis que são conhecidos e estão relacionados ao estilo de vida, como o excesso de peso e a ingestão regular (mesmo que moderada) de álcool. No entanto, a adoção de um estilo de vida saudável nunca deve excluir as consultas periódicas ao ginecologista, que incluem a mamografia anual a partir dos 40 anos.




 

Dentre os não modificáveis para o câncer de mama encontramos os fatores:

 

  • Histórico familiar

  • Mulheres com parentes de primeiro grau (mãe ou irmã) que tiveram a doença antes dos 50 anos

  • Aumento da idade

  • Menarca precoce (primeira menstruação antes dos 11 anos de idade)

  • Menopausa tardia (última menstruação após os 55 anos)

  • Nunca ter engravidado

  • Ter o primeiro filho depois dos 30 anos

 

Prevenção

 

De modo geral, a prevenção baseia-se no controle dos fatores de risco e em melhorar o estilo de vida, principalmente aqueles considerados  modificáveis.


 Estima-se que por meio da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir o risco da mulher desenvolver câncer de mama.

 

Controlar o peso corporal e evitar a obesidade, e evitar o consumo de bebidas alcoólicas são recomendações básicas para prevenir o câncer de mama. A amamentação também é considerada um fator protetor.

 

Reais estatísticas

 

Segundo a Estimativa sobre Incidência de Câncer no Brasil, 2014-2015, produzida pelo Inca, o Brasil terá 576 mil novos casos de câncer por ano. Desses, 57.120 mil serão tumores de mama.

 

Infelizmente, ainda há muita desinformação no Brasil. Uma pesquisa realizada em 2008 pelo Datafolha a e revelou que para 82% das mulheres o autoexame é a principal forma de diagnóstico precoce. Apenas 35% apontaram a mamografia.

 

Em países desenvolvidos, a mortalidade vem caindo lentamente, ao passo que nos países em desenvolvimento, como o Brasil, registra-se um gradativo aumento.

 

Lado bom

 

Também em pesquisa recente, as brasileiras reconhecem que o diagnóstico precoce aumenta a possibilidade de cura de 49% para 75%, apesar de desconhecerem a melhor forma de diagnóstico. 

 

Então, em futuro próximo, esses dados negativos serão apenas para nos lembrar da prevenção acima de tudo.

 

Fontes: Fundação do Câncer, Center A. C. Camargo, Hospital de Barretos , Instituto Nacional de Câncer (Inca) e sites Mulher Consciente e UOL.

Please reload

Destaques

A importância de manter a vacinação e a Carteira de Vacinação em dia!

18/07/2019

1/10
Please reload

+ Recentes

Please reload

Arquivo

Please reload

Mídias Sociais

  • Facebook Basic Square
  • LinkedIn Social Icon
  • Instagram Social Icon

Busca