VOLTAR |

Sala de imprensa

São Paulo | 14/06/2017 - Fintechs apontam para novos nichos ( Valor Econômico)

Uma administradora de cartões que facilita o acesso a consultas médicas com preços mais em conta, uma tecnologia para reconhecimento facial e uma plataforma que captura dados de redes sociais para instituições financeiras. Essas foram as três iniciativas que mais chamaram a atenção de uma banca de executivos de grandes bancos, como Bradesco, Itaú e Citibank, durante apresentação de 21 fintechs no Congresso e Exposição de Tecnologia da Informação das Instituições Financeiras (Ciab Febraban), encerrado na semana passada (...)

 

A administradora de cartões Tem criou um plástico para marcar consultas e exames particulares de saúde com preços abaixo do mercado. Segundo os sócios fundadores Igor Pinheiro e Tuca Ramos, um exame ou consulta de R$ 250 pode custar, pelo sistema, até R$ 150.

 

Para garantir o benefício, a empresa atua na administração da rede credenciada e na intermediação dos pagamentos aos prestadores de serviços. Há, ainda, 20% de desconto na compra de medicamentos em mais de nove mil farmácias cadastradas. "Não há tarifas mensais, o consumidor paga pelo que utiliza, por meio de cartões pré ou pós-pagos", diz Ramos.

 

A TEM faturou R$ 6 milhões em 2016 e a meta é fechar 2017 com uma carteira de 40 mil usuários. A área de cobertura passou de 60 cidades, em 2015, para 800 municípios, este ano. Já a rede credenciada saltou de 650 pontos de atendimento para 4,2 mil, no mesmo período.

LEIA MAIS

  • LinkedIn - Grey Circle
  • Facebook - Grey Circle